domingo, 21 de abril de 2013

Top dicas de Macrofotografia

1 - Use lentes certas:
A distância focal das lentes de macro variam entre 50mm a 200 mm e invariavelmente são fixas, apesar de muitas lentes zoom possuírem a definição de "macro" estas não conseguem a ampliação em tamanho real - verdadeiro macro com relação de ampliação1:1 - Assim muito cuidado a comprar lentes de marcas genéricas achando que são macro por conter estes nomes. Segue abaixo a relação de todas as lentes macro do mercado até a data:
  • Canon EF 50mm f/2.5 Macro:
  • Nikon 40mm f/2.8G AF-S DX Micro:
  • Sigma 50mm f/2.8 Macro for Sigma:
  • Sony 50mm f/2.8a Macro:
  • Nikon 60mm f/2.8 D AF Micro-Nikkor:
  • Tamron SP 60mm f/2 Di II:
  • Canon MP-E 65mm f/2.8 1-5x Macro:
  • Sigma 70mm f/2.8 EX DG AF Macro:
  • Nikon 85mm f/3.5 G AF-S DX Micro ED (VR-II):
  • Sony Planar 85mm T* f/1.4a:
  • Tamron SP 90mm f/2.8 Di:
  • Canon EF 100mm f/2.8 USM Macro (AF):
  • Canon EF 100 f/2.8L IS USM (AF):
  • Sony 100mm f/2.8a:
  • Tokina AT-X 100mm f/2.8:
  • Zeiss 100mm f/2.0 Makro Planar ZE:
  • Nikon 105mm f/2.8G ED-IF AF-S VR Micro-Nikkor:
  • Sigma 150mm f/2.8 EX DG APO AF for Canon or Nikon:
  • Canon EF 180mm f/3.5L Macro USM:
  • Tamron SP 180mm f/3.5 Di Macro LD-IF:
  • Nikon 200mm f/4 ED-IF AF Micro Telephoto Nikkor:
As lentes entre 50-60mm são adequadas para o trabalho macro geral, principalmente usadas para fotografar flores, alimentos ou objetos inanimados pois exigem uma aproximação maior do assunto, já para insetos uma lente que permite uma distância maior ajuda muito, portanto recomendo lentes a partir de 100mm.

Para criaturas como borboletas, a distância da lente ao objeto se torna ainda mais importante então a distância focal deve ainda ser maior, assim as lentes na faixa de 150-200mm são as recomendadas, apesar de muito caras.



2 - Use tubos de extensão:
Tubos de extensão ficam entre a montagem traseira da lente e o corpo da câmera para fazer a lente consiga fazer o foco mais próximo do assunto, portanto produzindo uma imagem muito maior de um assunto menor. Ele é vendido em kits de três tamanhos e vale muito a pena ter, pois consegue ampliações fantásticas e sem perda de qualidade da imagem uma vez que eles não tem ótica. Geralmente uso um de 12mm na minha Lente 100mm e com excelentes resultados. Além disso, com um tubo de extensão montado você perde o foco infinito de sua lente, assim coisa mais distantes não podem ser focadas, isso é péssimo quando fotografando um inseto uma borboleta aparece próxima e você não consegue a fotografar.





3 - Use aberturas pequenas (número MAIOR) para melhorar a profundidade de campo – DOF.
Para obter o máximo de profundidade de campo disponível, selecione uma abertura pequena, no mínimo F/11, mas preferencialmente entre F/16 e F/22, com isso consegue focar melhor o objeto e ter mais partes dele focadas. Saiba que em tamanho real, em F/22 a profundidade de campo é de apenas 15mm.


4 - Mistura de Flash com Ambiente:
Fotos com fundos claros e luz mais natural geralmente são as que mais agradam, porém nem sempre conseguimos esse resultado quando fotografamos em matas ou em condições ruins de luz (que acontece na maioria da vezes) uma boa alternativa é o uso combinado da luz natural e o flash usado como preenchimento, o resultado é bem interessante e não é tão complicado de fazer. Eu faço o seguinte: Faço a fotometria normal e tendo uma tolerância de pelo menos um ponto a menos e regulo o flash de 1 a 2 pontos de luz a menos, para apenas clarear as áreas escuras do inseto, o resultado geralmente me agrada, algumas fotos abaixo:




5 - Ponto de Foco:
Um dos pontos mais importantes, o foco deve ser preciso e sua mínima variação altera significativamente a foto. No caso de insetos é imperativo que o foco seja nos olhos, nunca vi uma boa foto macro de insetos ou aranhas que o foco fosse em alguma outra parte do corpo, por isso tenha os olhos como objetivo sempre nos caso de insetos. No caso de objetos inanimados você tema liberdade de focar onde a composição mais te agradar.


6 - Fundos:
Uma das partes mais complicadas da macrofotografia é a composição do fundo com o objeto fotografado, pois geralmente a luz do flash não atinge o fundo o deixando preto, o que desagrada em alguns casos, eu particularmente gosto de insetos de cores vivas em fundo preto, acho que destaca ainda mais.

Uma boa dica para tirar o fundo preto é usar uma folha como fundo a posicionando com a mão sobressalente atrás no inseto, podendo ser de cores variadas alterando o resultado da foto.

Outra boa dica é saber se posicionar, muitas vezes se mexendo alguns centímetros conseguimos alterar muito o fundo conseguindo um cor mais atraente. 

 

7 - Levante-se cedo:

Nem todo mundo é fã de acordar cedo, mas se você quer fotografar macro no campo é algo que você deve se acostumar a fazer. Alguns insetos tendem a ser menos ativos na parte da manhã, especialmente quando ainda é um pouco frio, tornando-os mais fáceis de fotografar. Além disso pela manhã pode trazer uma pitada de orvalho, que acrescenta outro nível de interesse para suas fotos.

 

8 - Adicionar algum espaço:

Nem sempre fazer closes fechados ou o inseto tomando todo o quadro agrada, é interessante deixar muitas vezes o inseto “respirar” deixando espaços ou seu redor e mostrando o ambiente que ele está, o que torna a composição mais agradável. Neste caso o uso da regra do terço é bem vinda.





9 - Focar o inseto inteiro:
Uma das diretrizes da macrofotografia é a nitidez maior possível, portanto tente fotografar o inseto em paralelo ao sensor, isso garante que todo o inseto esteja focado e bem nítido, a mínima inclinação desfoca parte dele. Se o desejo for focar apenas uma parte, que seja bem evidente essa decisão.




15 comentários:

  1. Muito boas fotos. Parabéns

    ResponderExcluir
  2. Excelente suas dicas e parabéns pelas fotos!

    ResponderExcluir
  3. Posso usar tudos de extensão em lentes tipo 18-55mm, 50mm 1.8 ou 55-250mm?

    ResponderExcluir
  4. "Use aberturas pequenas (número menor) para melhorar a profundidade de campo – DOF.
    Para obter o máximo de profundidade de campo disponível, selecione uma abertura pequena, no mínimo F/11, mas preferencialmente entre F/16 e F/22,"

    Não há um contra senso aí? Número menor seria 1.4, 1.8. 2. , etc.que iriam equivaler à aberturas maiores.

    ResponderExcluir
  5. Certíssimo e corrigido. Obrigado amigo.

    ResponderExcluir
  6. show lindas fotos,parabéns.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigado. Curta minha página no facebook: https://www.facebook.com/macroinsetos

      Excluir
  7. Quero uma camera para fotos em geral e macrofotografia. Não sou profissional quero mais como diversão sem gastar demais. Qual vc indica?

    ResponderExcluir
  8. Boa noite amigo,amei suas fotos e dicas,por favor qual lente objetiva sony vç me indica p/comprar,p/fazer fotos macro?Tenho uma raynox,mas não estou me saindo bem c/ela,quero algo melhor abraços...

    ResponderExcluir
  9. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  10. Marlon, vc poderia fornecer os parâmetros das suas fotos acima, abaixo de cada fotografia, por favor?, assim, poderíamos ter uma idéia de como cada imagem foi captada.

    ResponderExcluir