sábado, 30 de março de 2013

MACROFOTOGRAFIA - BORBOLETAS.

Sexta-feira santa fui fotografar novamente na Reserva do Olho de fogo Rendado, do Sr. Eliomar, que fica à uma hora e meia de Salvador, portanto saí às 5:00 e em torno de 6:30 eu estava lá sendo bem recepcionado pelo funcionário da reserva, Sr. “rolete”. Apesar da região estar seca pela falta da chuva, dentro da mata ainda tem muito verde e insetos, porém o dia não estava bom, muito quente e abafado, sem vento nenhum, a sabedoria popular diz que é chuva chegando, tomara...

Ainda assim rendeu fotos interessantes, fui no intuito de fotografar umas borboletas enormes que encontramos voando na mata na vez anterior, para isso já fui equipado com a 180mm L, mas infelizmente não as encontramos, mas ainda assim consegui fotografar três tipos de borboletas e vários insetos legais.

Perdi a foto de uma mosca roberfly lindíssima preta e amarela, mas pena que ela estava muito arisca mas vou voltar lá e fotografa-la. Fora isso muitas aranhas e gafanhotos, finalmente achei um lugar com vários insetos para fotografar, quando a chuva chegar acho que o lugar vai estar fantástico.

Bem enfrente à sede tem uma vegetação média, coisa de 1m de altura que acho que vai render muito, na próxima vez vou dar uma passada lá.

CLIQUE NA FOTO PARA VER EM TAMANHO MAIOR.

BORBOLETAS:


Fui querendo fazer de umas borboletas azuladas enormes, mas não às encontrei, porém não foi viagem perdida, essas borboletas pretas e laranjas (acho que são as monarcas) estavam bastante calmas e deixaram fotografar, mas tive o problema de na mata a pouca luz atrapalhar por isso o fundo escuro. A borboleta marrom fica no chão e não deixa chegar perto, tive de me rastejar como um soldado para conseguir a foto. A seguinte é uma mariposa laranja muito linda, que estava embaixo de uma folha à uns 2,5m de altura, sorte eu usar a 180mm. As últimas são de umas borboletas que enconstrei na estrada que cooperaram comigo.



  
OUTROS INSETOS:

Como não poderia deixar de ser, encontrei vários insetos no caminho, o legal é a diversidade da mata, apesar de ter menos insetos que no campo a diversidade é maior, encontramos insetos diferentes o que é muito bom.


 As sempre presentes e adoráveis aranhas saltadeiras, jupping spiders.

A textura dos gafanhotos me agrada muito. É importante fotografa-los sempre com a camera em paralelo para foca-los todo.

Besouro lindo, mas muito agitado.

Não sei que inseto é esse, só sei que estava vivo porque estava se mexendo, quem sabe o que é?

A cópular do bicho-pau, a femea é muito maior que o macho, que inclusive é bem covarde, quando cheguei ele se mandou voando desesperado rssrrs.

Outro lindo gafanhoto em uma folha de espinhos.

Besouro na trilha, quase pisei nele. Tive de fazer uma manobra danada para não dar brilho nele e o Sérgio Cedraz não reclamar comigo rsrsr.

Essa saltadeira é enorme, uma das maiores que já vi, deve ter uns 3,0 cm.

Hora do lanche.

Fiquei encantado com os detalhes das costas desse cascudo, fantástico.

Um bicho que me lembra a infância, as cigarras, o som delas me lembra a casa de minha avó no interior.

 Isso que é alongamento.

Inseto com textura de zipper.



 

2 comentários:

  1. Parabéns Marlon! Grandes trofeus!!

    ResponderExcluir
  2. Aquilo não são bichos-pau, são gafanhotos da família Proscopiidae

    ResponderExcluir