domingo, 5 de fevereiro de 2012

Finalmente os Insetos para macrofotografia estão voltando.


Em nossa região esse período de verão a vegetação fica muito seca e com poucas flores, com isso a quantidade de insetos diminui muito, é raro ver abelhas, borboletas e vespas, predominando mais as libélulas e gafanhotos. Claro que sempre pinta um clique desse insetos, mas depois de algumas saídas você deseja ver insetos diferentes e com muitas cores.

Mas esses tempos estão ficando para trás, após as chuvas de verão que estão acontecendo o verde e as flores estão voltando e com isso nossos “pequenos modelos” também, aos poucos, mas já percebemos uma maior variedade e quantidade de insetos.

Sábado acordei bem cedinho, lá pelas 5:00 (4:00 no horário de Deus) ainda estava de noite quando saí mas queria pegar os insetos bem calmos e ainda molhados com orvalho. Gosto de chegar assim que o sol nasce para aproveitar mais o tempo de retardo dos bichinho, que vai até umas 9-10hs quando o sol está bem quente ai os insetos, principalmente os voadores, estão mais ativos e neste horário os mais parados como aranhas, grilos e gafanhotos são os que restam para fotografar. Porém o que mais incomoda é o calor, pois usando aquelas roupas pesadas a temperatura fica insuportável aqui na Bahia.

Segue algumas fotos que fiz ontem com seus respectivos comentários:

CLIQUE NAS FOTOS PARA VER EM TAMANHO MAIOR:

Última foto que fiz no dia, esse Louva-Deus estranho pousou para mim, o interessante é que ele estava mais curioso que eu.


Tentando dar um ar diferente fiz esta foto, me posicionei à frente dele para desfocar o fundo, normalmente prefiro a foto bem paralelo ao inseto para tê-lo todo focado, mas nessa mudei um pouco para ganhar noção de profundidade.



 Essa foto me trouxe dolorosas lembranças, esta planta é uma cansanção, planta que causa urticária forte quando encostamos nela e eu queimei as duas mãos ao fazer esta foto, mas valeu a pena, achei o resultado fantástico.

Pequeno gafanhoto confiando em seu mimetismo.


Aranha de 2,5cm, essa espécie é comum por aqui, seus espinhos chamam a atenção e é muito mansa, deixando sempre fotografar.


 Minúsculo grilo, em uma foto minimalista.

Com o novo flash e suporte, posso modificar a luz como desejo, neste caso por exemplo percebam a luz vindo de cima e um pouco dura, acentuando as sombras.


 A foto não está perfeita, mas como adoro vespas, não resisti.


 Outra aranha de espinhos, porém muito maior medindo em torno de 5cm. Como eu estava com um tubo de extenção de 31mm tive dificuldade de enquadrar, mas consegui.


Uma ilumonação incomum aqui no meu blog, esse cascudo que lembra uma semente, mesmo escondido não escapou de minha lente.


 Não gostava de fotografar gafanhotos, mas estou mudando esta concepção, tenho gostado dos resultados obtidos, as texturas dele são muito interessantes.

 Um grilo diferente, curtindo a paisagem.

 Essa borboleta é bem pequena e estava letárgica por causa do orvalho, percebam que ela ainda está molhada. Mas o que mais eu gostei foi uns quadrados brilhantes em seu corpo, parecendo purpurina.


 Show do grilo na corda bamba,


Ainda com orvalho, esse pequeno cascudo deu muito trabalho para fotografar, estava muito perto do chão e tive de deitar para conseguir esta foto.

 O fundo preto ainda tem seu lugar, nesta ele direcionou o olhar e deu magnitude ao grilo em um lindo tom verde.


 Minha foto preferida do dia, essa vespa me olhava com desconfiança e estava por baixo de uma folha, deu trabalho mas consegui.

Primeira foto do dia, esta mosca se aquecendo ao sol para poder voar.