sábado, 28 de janeiro de 2012

Mudando do Canon MR-14ex para o MT-24ex

Fiz minha primeira saída Macro de verdade, com todo o equipamento que queria usar, usando o set-up constante nas fotos post anterior à este:
  • Canon 7d
  • Lente Canon 100mm f 2.8
  • Dois tubos de extensão de 21mm+13mm = 34mm.
  • Flash Canon MT-24ex
  • Flash Bracket Twin
Fiz todas as fotos com as seguintes configurações: ISO 100, F11, 1/250 e medição pontual.

O flash me permite usar essa velocidade e abertura, antes eu usava F14, F16 até F22 mas ai percebi que perdia um pouco a nitidez das fotos, com F11 consigo a melhor definição possível nas fotos.


Confesso que fiquei MUITO feliz com o resultado das fotos que fiz neste último final de semana, pois percebi que como nas fotos que faço no estúdio, a luz lateral revela mais contorno de forma que a frontal, ou seja, dá mais definição ao resultado. Tento explicar: quando a modelo não tem uma pele boa ou está com rugas, espinhas ou as marcas da idade, evita-se usar a luz lateral pois ela mostra muito mais os detalhes, isso porquê esta luz dá contorno à estas marcas mesmo pequenas, apresentando muito mais as imperfeições. No caso da macrofotografia percebi o mesmo efeito também, usando as cabeças dos flashes mais lateralmente em relação ao inseto o resultado de definição ficou bem melhor, apresentado mais os detalhes, contornos e fomas, aparecendo pêlos e espinhos que com a luz frontal do MR-14EX não mostravam.

Assim, ratifico o MT-24ex como o melhor flash para macro fotografia, e se colocar o extensor Flash Bracket Twin fica ainda melhor.

Algumas fotos que fiz com este set-up que me geraram estas conclusões:

CLIQUEM NA FOTO PARA VER EM TAMANHO MAIOR: 









quinta-feira, 19 de janeiro de 2012

Suporte Macro para Flash.


Por com excelente conselho do Tácio Philip, do blog macrofotografia, compreio suporte Flash Bracket Twin, que com ele as tochas do MT-24ex podem ficar ainda mais estendidas, o que da um controle absoluto da luz. Fiz a compra ante-ontem e hoje já chegou, sábado vou começar a fazer os testes.
Sei que pode parecer uma geringonça (parece?) mas um dos grandes problemas na macro fotografia é justamente o gerenciamento da luz, conseguir simular as condições naturais é uma grande feito, ainda se preocupando com estouros de luz e evitar a luz chapada que torna a foto bem artificial, assim, a mobilidade da luz te permite fazer a adequação desta conforme seu desejo e objetivo, tornando a foto ainda mais bela. Vou me dedicar muito esses dias para achar o set-up correto com este novo equipamento.
Seguem algumas fotos:

terça-feira, 17 de janeiro de 2012

Dicas de edição - Camera Raw e Macrofotografia


Ao contrário do que muitos pregam, para mim a fotografia não está pronta na hora do click pois existe uma série de ajustes que devem ser feitos antes do salvamento final em .jpg. Parto do princípio que todos já fotografam em RAW (se não... tá atrasado) e com isso é possível um refino em diversos aspectos, como balanço de branco, nitidez, clarity e tratamento de correção de estouros de luz o que é muito comum em macro.
Aconselho tratar as fotos ainda no ACR (Adobe Camera Raw) onde se corrige inicialmente as distorções de lente, aberração cromática, depois corrigimos os estouros de luz tanto com exposição localizada quanto no todo podendo usar inclusive o recovery em casos amenos. É importante aplicar sempre um pouco de constaste, clarity e vibrance, pois deixam as cores mais nítidas e definidas. Ainda quanto à cor, podemos tratar ela seletivamente para valorizar algumas partes do inseto.
Após esse tratamento verifique se o crop dado não deixou a foto muito pequena, acontecendo isso faça a interpolação.
O tratamento no Photoshop eu aplico uma nitidez pelo esquema Overlay+highpass e apago as parts que não precisa para evitar ruído.
Quem não tem experiencia em ACR, deve estar achando que estou xingando rsrsr, se tiver qualquer dúvida entre em constato que explico passo a passo como fazer estes tratamentos.
Segue algumas fotos para não perder a viagem.

sábado, 14 de janeiro de 2012

Experimentando o Flash Macro MT-24ex

Após uma semana de viagem de trabalho, estava eu doido para inaugurar meu novo flash, o MT-24ex e assim acabar com meus anseios de fotos com novas luzes. Me preparei todo para ir em uma praça aqui perto de casa, mas quando acordei às 6:00am (horário de verão) chovia muito, fiquei até ás 7:00 esperando passar e fui, mas quando cheguei lá a chuva voltava, o tempo muito frio e por isso os insetos não aparecerem, o lugar tem potencial, muitas flores e arbustos, vou voltar em um dia mais quente para ver se consigo coisas mais legais.

Minha primeira impressão do flash é que tem excelente mobilidade e permite um controle muito preciso da luz, podendo fazer as mais variedades de luz e adequando ao seu desejo e necessidade, pois alem de controlar fisicamente a posição de cada rocha, você pode alterar a intensidade de cada uma, fazendo a luz que deseja.

O MT-24ex tem uma luz dura, por isso é necessário suaviza-la um pouco com um difusor, existe um próprio que vende em lojas, mas no meu caso usei papel vegetal, acho que ainda pode ficar melhor mas ainda estou aprendendo e em breve vou conseguir a regulagem ideal.
 
A potência do flash ajuda a clarear o fundo, mesmo em aberturas pequenas como f14 ou f16, para tanto direcionei um das cabeças para o fundo e outro para o inseto.

Abaixo algumas fotos que fiz nos poucos minutos sem chuva: