sábado, 29 de dezembro de 2012

Jardim Botânico 2 - Macrofotografia

Sem muita opção de fotografar por conta do Sol que ainda castiga Salvador (deve estar fazendo mais de 40 graus) portando com muito poucas flores e plantas verdes, tudo está muito seco o que espanta os insetos. Me resta então entrar nas matas, porém não domino ainda a técnica de localização dos insetos neste ambiente, é muito complicado e pouco produtivo para mim, estou exercitando e melhorando.

Minha última saída rendeu poucas fotos mas gostei do resultado, fui novamente no Jardim Botânico de Salvador e em mais ou menos 3 horas só consegui fotografar basicamente aranhas, perdi a oportunidade de vários insetos interessante, mas como está muito quente acredito eles estão muito ativos e de difícil aproximação, mas ai vai as fotos que fiz:

CLIQUE NAS FOTOS PARA VER EM TAMANHO MAIOR

As Aranhas saltadeiras (Jumpper Spider) como já falei são minhas favoritas, essa dai de baixo fez pose para mim.

Esta estava com uma presa e era minúscula, muito pequena mesmo, mas ainda assim consegui fazer uam foto diferente.

Essa mosca é linda, umas das mais bonitas que já vi, mas pena que não tive ângulo para fotografa-la, estava muito acima de mim em uma folha, a sorte que eu tinha levado a 180mm que consegui essa foto de registro.

Essa é uma verdadeira "Aranha cabeluda"rsrsrsr

Um dos pouco insetos diferentes que achei, esse besouro rosa me deixou fazer apenas 3 fotos, sorte que acertei logo.

A Saltadora em close-up.

Fotografei ela antes dela correr para debaixo da folha.

Essa Saltadeira me deixou fazer várias fotos dela, pude portando abusar da 100mm.

Essa abaixo para mim foi a melhor foto do dia.

quarta-feira, 28 de novembro de 2012

Macro Fotografia - Jardim Botânico.

Estive recentemente no Jardim Botânico de Salvador, continuo achando o lugar muito interessante. É bem calmo e seguro, os funcionários são super simpáticos e prestativos te dando qualquer informação que precisar, sem falar que é enorme, tem muitas árvores e arbustos mas tem trilhas bem definidas e limpas o que ajuda muito. O que mais gosto de lá é que sempre acho insetos diferentes e procurando com calma acha muita coisa legal. Ainda tenho uma certa dificuldade em achar insetos em matas, a paciência tem de ser grande, olhar muito embaixo das folhas e fazer vários contorcionismos rsrs, mas vale a pena ir sim.

VEJA AS FOTOS:

O primeiro inseto que fotografei foi logo um Louva-Deus bastante prestativo, depois de se jogar no chão e sair correndo (???!!!) consegui coloca-lo de novo em uma planta e ele ficou bem calmo e deixou eu fazer várias fotos, segue algumas que fiz:





 Lá tem MUITAS aranhas, em uma planta contei mais de 10. Esta abaixo em especial me chamou a atenção por parecer ter mais de oito pernas e eu não saber se era uma saltadeira (Jumper Spider) ou outra espécie, entomologistas falem ai!

Outra mosca Spartana!!!!

Pequeno besouro malabarista segurando seu cocô rsrsrrs.

Borboletas e mariposas semprem aparecem por lá, essa azul foi prestativa.


Essa fez até pose!

 Quando encontrei essa pequena Aranha Saltadeira ela estava bem tímida como na foto abaixo...
 ...de repende pulou em minha mão e deixou eu fazer várias fotos!

Abraços e semana que vem coloco mais fotos, vou viajar com a família para o litoral e a máquina vai junto rsrsr.

sábado, 24 de novembro de 2012

TESTANDO A CANON 100MM MACRO L - ESPECIAL DÍPTERAS (MOSCAS)

Fui naugurar minha nova lente, a Canon 100mm L Macro IS, a lente mais moderna no segmento de macrofotografia, ela tem um recurso único em lentes macro, o IS – estabilizador de imagem – que conforme o fabricante garante até 4 pontos de velocidade abaixo da fotometria, isso é excelente para uso com luz natural. Além disso ela tem construção mais rígida, à prova de poeira e água, três tipos de regulagem de foco, sendo um muto interessante e útil onde a lente busca o foco entre 3,0cm e 5,0cm, o que agiliza e muito a focagem. Como contra, apenas o diâmetro de 67mm de filtro que impede o uso dos flashes macro Canon sendo obrigado portanto comprar uma adaptador Microlite 67, fora isso realmente uma lente fantástica.

Para ver um review muito bom do Tácio dessa lente veja em : http://www.macrofotografia.com.br/artigos/review100mm2.8lis.shtml



Hoje o dia foi bom, a chuva não atrapalhou aparecendo bem leve servindo para dar uma melhorada no calor que estava insuportável. Saí de casa às 4:40am da manhã e para minha surpresa o sol já tinha nascido, quando cheguei no campo por volta de 5:20am ele já estava alto e bem quente. Depois de arrumar tudo e encontrar Sergio Cedraz, que foi fotografar pássaros, caí em campo e felizmente percebi que melhorou muito a quantidade de insetos, a chuva que tinha caído durante a semana deixou a vegetação mais verde e com algumas flores que atraiu os bichinhos, fiz boas fotos mas o que me chameou a atenção foi a quantidade de moscas, dos mais variados tipos, então resolvi neste post apenas fotos das Díptera, depois coloco os outros insetos e aranhas.

ESPECIAL DÍPTERA -  MOSCAS:

CLIQUE NAS FOTOS PARA VER EM TAMANHO MAIOR E PERCEBER TODOS OS DETALHES.
Na foto acima, para evitar o fundo preto que esconde o detalhes dos pêlos e espinhos da Díptera usei uma folha seca que deu este agradável tom laranja de fundo.

Percebam que essa mosca é diferente, com uma protuberância na calda, o tom marrom da foto me agradou muito.

A foto acima em especial merece ver em tamanho maior, ela está SEM CROP,  consegui o quadro cheio e usando F16 para ter mais detalhes da mosca, para mim a grande foto do dia.


Close frontal da Díptera, as moscas estavam hoje encantadas por mim.

Essa pequena mosca verde é absurdamente rápida, na maioria das vezes você foca e quando dispara ela simplesmente não aparece no visor, o movimento do espelho espanta ela.


Esta última foto é um exemplo de como NÃO fazer uma foto macro, coloquei ela para demonstrar. Não consegui ficar em um plano paralelo com a mosca deixando ela deformada, uma foto desta normalmente descardo, então segue a dica: Tente ficar em paralelo com inseto ou deixe a parte da cabeça mais próxima à lente, dando destaque aos olhos, perceba que nessa foto as asas chamam mais a atenção.






quarta-feira, 14 de novembro de 2012

Livro de Macrofotografia - online.

Como nem todos tem as "manhas" para baixar e ver meu livro, consegui por aqui no blog a versão completa do livro, basta passar as páginas:

Clique no ícone de tela cheia no canto inferior direito.

terça-feira, 6 de novembro de 2012

Livro de Macrofotgrafia

--> Estou muito contente, publiquei meu primeiro livro de fotografia com uma seleção das 100 melhores fotos que fiz nos últimos anos. Ele inicialmente é um livro virtual, um ebook, podendo ser visto em Tablets, Ipads, Iphones e leitores de livros como kinddle.

Encaro esse livro como uma “sala de troféus”, pois sabemos que cada foto macro que tem a luz certa, o foco correto e o resultado que agrada é uma vitória e bem suada!

Seguem as formas de baixar:



domingo, 28 de outubro de 2012

Mais dicas de Macrofotografia

Alguns detalhes que são importantes em macro:
  • Toda a lente Macro faz a proporção 1:1, mas se quiser fazer proporções maiores, acima de 2:1 tem de obrigatoriamente usar acessórios como Tele Conversores, Tubos de Extensão (meus preferidos) ou lentes especiais. Mas lembre-se que quanto maior a relação maior a dificuldade, magnitudes acima de 2:1 exigem muita perícia no clique pois o menor movimento perde o foco, assim use sempre aberturas pequenas como f16 e tente apoiar a câmera para reduzir o movimento.
  • Luz sempre vai ser um problema em macro, assim o uso de flash externo vai ser sempre bem vindo permitindo o congelamento do movimento, o uso de velocidades maiores (normalmente em 1/250) e aberturas menores que deixa a maior parte do inseto focado. Mesmo em sol forte, o uso do flash é interessante pois serve como luz de preenchimento, nestes casos tente achar um meio-termo na fotometria para que o fundo fique claro.
  • Tente não usar o flash direto pois a foto fica “chapada”, sem contornos e profundidade, use sempre a luz lateralmente de preferencia deixa sempre a foto mais natural.
  • Muito cuidado na edição da foto com o uso do sharpen (nitidez), aplicar demais deixa a foto muito artificial e cheia de ruído, tente ser o mais brando possível.
  • Fotografe o inseto sempre paralelo à lente, assim consegue foca-lo por inteiro e não parecerá deformado, fotos com ele de frente também são interessantes.
  • Apesar de haver milhões de insetos no mundo acha-los nem sempre é fácil, assim não perca nunca a oportunidade, viu um inseto interessante pegue a máquina e fotografe, vai viajar para um hotel no litoral? Leve o equipamento macro!
  • Evite grande cortes na foto para ampliar o objeto, isso reduz a nitidez os detalhes, se for necessário interpole no Camera Raw, isso reduz muito as perdas.
  • É fundamental o conhecimento de um editor de fotografia como Photoshop ou Lightroon pois nele que irá tornar a foto melhor, corrigindo problemas de luz, cor e nitidez.
  • Veja fotos macro sempre, elas te dão inspiração mostram como podemos evoluir, os melhores lugares para ver fotos são o flickr e o 500px.

Como não podia deixar segue mais algumas fotos que fiz nos últimos dias:













domingo, 7 de outubro de 2012

Primavera chegou mas nada de flores.

--> A primavera começou e teoricamente seria a estação das flores, onde os campos ficariam floridos e cheio de insetos polinizando, onde a farturas de bichos nos faria gerar um sem número de fotos... Sonho, pelo menos aqui na Bahia rsrsr. A vegetação continua ainda bem seca e apesar da chuva existem poucas flores e o tempo está muito quente, o que atrapalha muito localizar insetos uma vez que eles fogem do sol logo cedo ou ficam demasiadamente ativos.

Ontem fui fotografar e por volta de 7:30 o sol já está muito forte e faz muito calor, fica complicado achar os insetos no campo, talvez seja o lugar que tenho fotografado, acho que vou procurar novas paragens para tentar achar esses insetos.

Em 4 horas de busca consegui fazer não maias que 5 fotos boas, mas nada fantástica como eu desejava. Não foi uma viagem perdida, pois alem dessas fotos teve uma cerveja gelada no final com os amigos que valeu o dia.

Usei exclusivamente a MPE-65mm, os insetos eram muito pequenos, foi bom para treinar o uso dela.

Segue as fotos que fiz ontem:

Não sei que inseto é esse,  se um besouro ou um gorgulho, mas foi um bom teste para a MPE_65 pois ele certamente tinha uns 0,3cm de comprimento por 0,1cm de largura e com quase 3X na lente consegui esse tamanho, ampliado ainda pelo sensor APS da 7D.

 Essa aranha ficou me pedindo para ser fotografada, levantando até a patinha rsrsrsr.

Um gafanhoto marron e seus grandes olhos.

Velho conhecido e presente em todas as saídas fotográficas, quanto tenho fotos dele postada é porquea coisa não foi boa no mato.

Toda fechadinha confiando no mimetismo, tentando parecer uma mancha ou um dejeto.

 Gafanhoto com detalhes em branco nas costas, achei bem interessante.

Como visto fiz fotos de insetos bem triviais e que normalmente descataria por já ter uam quantidade grande de fotos deste insetos, mas o prazer de estar no mato fotografando sempre é bom.

Abraço a todos.